Baixada Fluminense garante na Justiça a manutenção do policiamento ostensivo


O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) obteve na Justiça, nesta quinta-feira (4), uma liminar que proíbe o estado de reduzir o efetivo do 20° BPM (Nova Iguaçu), bem como retirar qualquer equipamento, armamento e viaturas deste batalhão da Baixada Fluminense. Em decorrência da realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, 90 PMs responsáveis pelo policiamento de Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis foram convocados pelo estado para prestar apoio às operações da corporação no Rio. Além disso, o governo tinha pedido 19 viaturas do mesmo batalhão.
Segundo a liminar, o efetivo deslocado, as viaturas e demais equipamentos e armamentos cedidos devem ser devolvidos e realocados no prazo máximo de 24 horas. Para cada descumprimento, foi fixada multa de R$ 1 milhão. O MP alegou que os municípios da Baixada Fluminense sofrem com o aumento da criminalidade em razão de movimentos migratórios de criminosos, e que, por isso, a redução do efetivo policial na área pode provocar prejuízo material e incremento de vítimas em Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis.
Crédito: Jornal de Hoje
06/08/2016